sexta-feira, 6 de abril de 2012

Guimarães - Capital Europeia da Cultura

Situada no distrito de Braga, a encantadora cidade de Guimarães declama história nas suas ruelas estreitas e sinuosas. O seu centro histórico é um dos centros medievais mais bem preservados do país. Aqui se esconde a verdadeira alma da cidade. Casas quinhentistas, imponentes mansões e palácios, tabernas, restaurantes, clubes populares… Dão cor e reboliço à vida que apesar de tudo é bastante pacata.

video

D. Afonso Henriques escolheu esta antiga cidade romana como capital do Reino de Portugal após a sua vitória na Batalha de São Mamede em 1128.
Conhecida como o “Berço da Nação”, foi classificada como Património Mundial pela UNESCO em 2001.



Os “Vimaranenses” não podiam estar mais orgulhosos… A cidade que transpira amor e jovialidade recebeu este ano, a nomeação de Capital Europeia da Cultura.



Guimarães torna-se assim um destino turístico de excelência.Por esta oferta de monumentos é fácil perceber:










Na região das bacoradas a loucura tem livre-trânsito a qualquer hora do dia. Escrever no quadro de parede do posto de informação turística coisas do tipo “I love Guimarães, forever friends” com as respectivas assinaturas parece-me um acto usual. Será porque a cidade encontra-se repleta de corações?! Eu tenho a minha opinião que foi testada: o vinho do Douro aliado ao polvo panado que derrete na boca é qualquer coisa de transcendente!



No Largo do Toural estas e outras experiências gastronómicas são possíveis. Este largo é conhecido como o coração da cidade. Aqui estão localizadas as melhores pastelarias. Os “Cardeais” ou o doce conventual “torta de Guimarães” são deliciosos!

Torta de Guimarães:

1 comentário:

Carlos disse...

Muito bem, Anita. Agora tive vontade de ir até Guimarães. Beijinhos.